Busca na web
Aonde.com - outros servios: Download, Jogos e BuscaUrl

Como Funciona o Cérebro – Ilusões de Ótica

 

BeauLottoIlusaoOticaUm pouco mais sobre ilusões de ótica e como a mente processa a informação visual.

Beau Lotto fala sobre algumas ilusões óticas e de como elas refletem a maneira como o cérebro humano funciona.

São 16 minutos de video mas merece a pena ver.

http://www.ted.com/talks/beau_lotto_optical_illusions_show_how_we_see.html

(Legendado em português)

Ilusão Ponzo

 
ilusao ponzo

ilusao ponzo

A Ilusão Ponzo é uma ilusão ótica demonstrada pela primeira vez pelo italiano Mario Ponzo (1882-1960) em 1913. Ele demonstrou que a mente humana avalia a dimensão dos objectos baseada no seu fundo. Conseguiu demonstrá-lo desenhando duas linhas convergentes semelhantes aos carris de um comboio em perspectiva. A mente humana perceciona estas linhas convergentes como sendo paralelas e estando em perspectiva. Assim, as linhas amarelas parecem ter tamanhos distintos. A linha superior parece maior que a inferior porque parece que está mais afastada.

The Ponzo illusion is an optical illusion that was first demonstrated by the Italian psychologist Mario Ponzo (1882-1960) in 1913

Conte os pontos pretos

 

Quantos são

contepontospretos

Linhas paralelas

 

Essas linhas são paralelas?

linhas_horizontais

R: Sim. É uma ilusão ótica

Prodígio

 

Um prodígio é alguém que em criança já desenvolve tarefas complexas equiparáveis com a destreza de um adulto altamente especializado. Normalmente consideram-se crianças até aos 13 anos e em áreas bastante distintas como o xadrez, a matemática, artes plásticas ou música.
Essa capacidade é calculada tendo em conta a complexidade do que a criança é capaz e executar em proporção inversa com a idade. O facto de ser uma criança prodígio, não é indicativo de um adulto sobre-dotado. A capacidade adquirida pode continuar a evoluir, ou simplesmente estagnar e o adulto ser uma pessoa perfeitamente normal.

Alguns exemplos de “meninos prodígio” que ficaram na história foram:

  • O músico Wolfgan Amadeus Mozart, que aos 12 anos já compunha a primeira ópera e aos 16 já havia composto mais de 200 obras.
  • Carl Friedrich Gauss, um génio matemático, físico e astronomo alemão do século XIX
  • Pablo Picasso, que disse a célebre frase, “Quando criança, eu desenhava como Rafael. À medida que fiquei mais velho, passei a desenhar como criança”

Teste – Lado esquerdo ou direito do cérebro

 
teste_cerebro_esquerdo_direito

Você vê a bailarina a rodar no sentido dos ponteiros do relógio ou no sentido contrário?

Se vir no sentido dos ponteiros do relógio, então você usa mais o lado direito do cérebro, e vice versa.

A maioria de nós verá a bailarina a rodar no sentido contrário ao dos ponteiros do relógio, embora você se possa concentrar para mudar essa direcção. Veja se consegue fazê-lo.

FUNÇÕES DO LADO ESQUERDO DO CÉREBRO.

*uso da lógica
*Atenção ao pormenor
*Prioridade aos factos
*palavras e linguagem
*Presente e passado
*Matemática e Ciência
*assimilação de conhecimentos
*ordem/padrão de percepção
*conhecimento dos nomes dos objectos
*baseado na realidade
*elaboração de estratégias
*lado prático
*segurança

FUNÇÕES DO LADO DIRETO DO CÉREBRO

*Sentimentos
*compreensão do panorama global
*Imaginação
*Simbolos e imagens
*Presente e futuro
*Filosofia e religião
*Compreender significados
*Crenças
*Comprazimento
*Percepção espacial
*Conhecimento das funções dos objectos
*lado da fantasia
*apresentar possibilidades
*impetuosidade
*Capacidade de assumir riscos

O que é

 

O QI (Quociente de Inteligência) é uma medida utilizada para avaliar as capacidades cognitivas (inteligência) de uma pessoa.

Ela pode ser obtida através de vários testes, sendo o mais utilizado o WAIS-III (Wechsler Adult Intelligence Scale ou Escala de Inteligência Wechsler para Adultos, em português).
Wechsler definiu a inteligência como “a capacidade do indivíduo para agir com um determinado propósito (objetivo / intensao ), de pensar racionalmente e de relacionar com o seu meio a sua volta.
Os testes são calibrados de forma a que o resultado médio seja 100, com um desvio-padrão de 15. Assim sendo, segundo a classificação, originalmente proposta por Davis Wechsler era a seguinte:

* QI acima de 127: Superdotação
* 121 – 127: Inteligência superior
* 111 – 120: Inteligência acima da média
* 91 – 110: Inteligência média
* 81 – 90: Embotamento ligeiro
* 66 – 80: Limítrofe
* 51 – 65: Debilidade ligeira
* 36 – 50: Debilidade moderada
* 20 – 35: Debilidade severa
* QI abaixo de 20: Debilidade profunda